Conecte-se Conosco

Política

3 erros que fazem você recuperar o peso que perdeu

Publicado

em

Nutricionista especializado em emagrecimento explica como evitar armadilhas e manter um peso saudável

Na busca por um corpo mais saudável e em forma, muitas pessoas acabam se deparando com obstáculos que não só interrompem seu progresso, mas também podem levar ao indesejado efeito sanfona. Além de ser frustrante, este ciclo de perder e ganhar peso provoca efeitos negativos na saúde física e mental. O professor Carlos Eduardo Haluch, nutricionista especializado em emagrecimento da Growth Supplements, lista os erros mais comuns que impedem uma perda de peso sustentável e dá dicas de como se livrar de uma vez por todas dos quilos a mais.

Segundo o especialista, a ausência de um plano alimentar equilibrado e adaptado às necessidades e objetivos individuais é um dos principais erros. “Sem planejamento, é fácil sucumbir a escolhas alimentares menos saudáveis ou não atender às necessidades nutricionais do corpo”, diz.

Organize sua rotina

A falta de uma rotina organizada, especialmente nos fins de semana, pode levar a inconsistências na dieta e na prática de exercícios, comprometendo os resultados a longo prazo. “Esta inconsistência é uma barreira significativa. Muitas pessoas encontram dificuldades em manter a disciplina, principalmente durante os fins de semana, o que pode levar à estagnação ou ao ganho de peso novamente”, diz.

O terceiro maior sabotador do shape saudável é a dificuldade em manter a adesão à dieta quando a fome aumenta após a perda inicial de peso. “O aumento da fome e a redução do metabolismo favorecem a recuperação do peso no longo prazo, principalmente porque o ambiente que nos rodeia dificulta a manutenção de um estilo de vida saudável. Portanto, é importante buscar apoio de amigos e familiares, além de se cercar de influências positivas que incentivem escolhas saudáveis”, comenta Haluch.

Evite as ciladas

Para combater esses erros comuns, o professor destaca algumas estratégias. “É preciso manter a prática diária de exercícios físicos, monitorar o peso toda semana e manter um padrão regular de refeições, mesmo nos finais de semana e feriados. A consistência ajuda a criar hábitos saudáveis duradouros, que são incorporados de uma forma definitiva à nossa rotina”, pontua.

O especialista explica que a prática de exercícios ajuda a acelerar o metabolismo e a criar um déficit calórico, o que é essencial para o processo de emagrecimento, além de trazer benefícios para a saúde mental e física. “Monitorar o peso semanalmente permite identificar rapidamente a necessidade de ajuste na dieta ou na rotina de exercícios”, diz.

Haluch reforça que a chave para um emagrecimento saudável e sem o efeito sanfona não reside em dietas extremas ou na privação, mas na adoção de um estilo de vida equilibrado. “Através do planejamento, da consistência e do monitoramento, é possível atingir e manter o peso desejado, melhorando não apenas a forma física, mas também a saúde e o bem-estar”, completa o especialista.

Música

Marcelo Martins reinventa clássico global que promete virar sensação nas plataformas digitais

Publicado

em

De

”La Barca” foi transformada em  um hit sertanejo arrebatador.  Confira o Lançamento emocionante!

O cantor sertanejo Marcelo Martins trouxe uma novidade empolgante para os fãs da música brasileira, lançando sua versão de “A Barca”, um clássico internacional originalmente intitulado “La Barca” e imortalizado na voz de Luis Miguel. A nova versão chegou às plataformas digitais nesta sexta-feira, 15 de março, prometendo uma experiência musical renovada para os admiradores do artista e do gênero.

Marcelo expressou seu entusiasmo com o projeto, revelando que “A Barca” é uma de suas músicas favoritas e compartilhando a alegria de poder apresentar sua interpretação ao público. “Estou muito feliz em poder lançar ‘A Barca’, uma das minhas músicas favoritas. É um desafio apresentar algo tão diferente do que meu público está acostumado, mas estou confiante de que todos vão se surpreender positivamente com esta nova interpretação. Acredito que a música tem o poder de tocar os corações de maneira única, e é isso que espero alcançar com essa versão”” destacou o cantor.  Ouça aqui

Trajetória de Marcelo Martins

Marcelo Martins, um renomado nome no cenário sertanejo brasileiro, iniciou sua carreira marcante como a voz principal da dupla João Lucas e Marcelo, formada em 2011. O duo alcançou fama nacional e internacional com o hit “Eu Quero Tchu, Eu Quero Tcha”, uma música que se tornou viral, misturando o sertanejo universitário com um ritmo dançante e contagiante, e se destacando nas paradas de sucesso.

Originário de Goiânia, um celeiro de talentos sertanejos, Marcelo cultivou sua paixão pela música desde cedo. Após um período frutífero com João Lucas, onde lançaram sucessos como “Louca, Louquinha” e “Joga o Copo pro Alto”, ele optou por seguir carreira solo em 2019, explorando novos horizontes musicais e apostando em um estilo mais romântico.

O álbum “Novo Momento”, lançado em 2022, marcou o início dessa nova fase, evidenciando sua maturidade artística e sua capacidade de inovar e se adaptar às mudanças do mercado musical. Em 2024, Marcelo solidificou sua versatilidade com “Só de Lembrar dá Medo”, um hit que reforça seu lugar como um artista dinâmico e inovador no panorama musical brasileiro.

A versão de “A Barca” por Marcelo Martins simboliza não apenas uma homenagem a um clássico da música latino-americana, mas também um passo audacioso em sua carreira, demonstrando sua capacidade de reinvenção e seu compromisso em oferecer novas experiências musicais ao seu público. Com esse lançamento, Marcelo não apenas presta tributo às suas raízes musicais, mas também abre um novo capítulo em sua já impressionante trajetória no mundo da música sertaneja.

Continue lendo

Economia

Mox Mídia: Empresa de criação de lojas online e sites

Publicado

em

De

Hoje em dia, podemos afirmar que é fundamental ter um site profissional para vender online seus produtos e serviços, além de contextualizar o público sobre a sua empresa. Além disso, para grande parte dos negócios, o segmento online representa uma quantidade significativa das vendas, tanto orgânicas quanto via campanhas.

Na Mox Mídia, toda a nossa inteligência tecnológica é voltada a desenvolver produtos ou sistemas para suprir a necessidade dos nossos clientes. Criar um website ou um sistema de gestão requer muito mais do que uma ideia ou uma equipe de programadores. Requer um time que analise os seus processos, entenda suas necessidades e construa uma solução definitiva para o seu problema.

Um website precisa ter um conteúdo único, explicativo, vendedor e bem escrito. Mas não podemos esquecer de manter a estrutura perfeito para buscadores. Este é o segundo fator mais importante para o sucesso da sua empresa no Google.

Nossa preocupação é construir uma base sólida para humanos e para a máquina, seguindo uma semântica ideal para indexar o seu site e trazer bons resultados orgânicos.

CONTATO:

Site:https://moxmidia.com.br/
E-mail: moxmidia@moxmidia.com.br
Telefone/ Whatsapp: (41) 9 9735-5599

 

Continue lendo

Ciência

Martins lança álbum “Interessante e Obsceno”

Publicado

em

De

Da nova geração de novos cantores e compositores, Martins, que já teve músicas gravadas por artistas como Daniela Mercury, Ney Matogrosso, Margareth Menezes e outros, tem chamado cada vez mais atenção com seu talento, a força de seus versos e sua performance como cantor. 

“Interessante e Obsceno”, seu segundo álbum traz muitas de suas facetas, letras mais pessoais como “Deixe” e faixa-título e outras que tratam mais das paixões, dos rompantes da vida como “Deixa Rolar”, “Tem Problema Não” e “Arrepia”. 

Ouça aqui

Com produção de Rafael Ramos, o álbum ainda traz a regravação de “Eu e Você Sempre”, de Jorge Aragão. Martins lançou o álbum de estreia, homônimo, em 2019, em 2022 “Almério e Martins ao vivo no Parque” e, recentemente, o single “Tua Voz”.

Confira o faixa a faixa de “Interessante e Obsceno”:

por Zélia Duncan

Martins tem um sorriso dentro da voz. É o espelho dos seus olhares para o que faz, de como a música parece lhe servir e, dessa maneira, chega até nós. Um conforto, um escape da vida que pesa nos ombros, um sorriso à espreita, ou escancarado. Emociona macio a quem ouve. E com toda doçura que sempre se anuncia na voz e na presença, vai mostrando com firmeza a que veio. E veio para ficar. Sua plateia canta todas as suas canções, até as inéditas. Há algo de imediato na sua imagem e no seu canto, que rapidamente nos convoca. Vindo da maré sempre renovadora dos mares pernambucanos, de uma semente que germina no coletivo e atende pelo nome de Reverbo. 

Acreditando na troca, Martins chega muito bem acompanhado, desde seu álbum de estreia. E não larga a mão de seus companheiros de jornada, porque neles se reconhece. E cresce. Não me deixa mentir a presença de Juliano Holanda, que produziu o álbum anterior, toca as guitarras e assina metade das músicas deste lançamento, que traz ao todo uma dúzia delas, literalmente. Apenas uma é regravação. Um clássico do repertório do grande Jorge Aragão, intitulada “Eu e você sempre”. Que na língua de Martins se torna uma doce e irresistível balada de amor. Aliás, é sobre amor o que escutamos neste álbum. Amor lírico, amor sensual, amor que termina, amor que começa, amor existencial, como na comovente canção com ares de oração, chamada “Deixe”, uma das quatro que assina com Juliano, onde aos poucos se revelam cordas e sopros, como que para nos elevar gradativamente. Proponho que você se entregue e “deixe que tudo que há num corpo se revele”, ao ouvi-la.

A faixa de abertura, ”Tua Voz”, começa com violão e um teclado com sonoridade Rhodes, tocado com sensibilidade por Rodrigo Tavares. O clima é sensual, meio bluesy, pra falar da boca, do canto e dos desejos. 

“Não Duvido” se anuncia com uma levada samba-rock. Violão, suingue, sopros e já chega provocando: “eu tenho lábios de sorrir, você tem dentes de quem quer morder”. Soa orgânica e alegre. Na bateria de Thiaguinho Silva e percussão de Kainã do Jêje, tudo vai pro lugar do balanço e a música se faz e derrama num refrão que é prazer garantido.

“Tá tudo bem” é de Igor Carvalho e Juliano Holanda, traz  o selo de qualidade Reverbo. Não à toa, Martins gravou e assinou com seu canto, junto com os autores, seus parceiros em tantas outras.

A faixa-título do álbum, “Interessante e Obsceno”, uma das cinco assinadas apenas por Martins, traz desejos de equilíbrio, auto-estima e leveza. Como um novo táxi lunar chegando de Pernambuco, pra te levar aos melhores passeios. Cuidado, o risco de ouvi-la sem parar é grande.

A apaixonada “Tem Problema Não” escorrega, dá vontade de pintar a cena que a melodia anuncia. Tem um clima bossa-nova, costurado pelo trombone de Nilsinho Amarante, que vai fazendo a ponte entre as estrofes, o refrão e a paixão à distância, que sempre dá um jeito de se encontrar através da canção. Aliás, bons refrões não faltam, na dançante “Deixa Rolar” comprova-se muito bem o suingue e as palavras que rapidamente se aprende, enquanto o corpo balança.

As cordas e sopros que soam na balada “Nu”, vestem a faixa de forma suave e gradativa, que emociona e valoriza a bela canção. Alberto Continentino assina seu contrabaixo em todas as faixas, pra deixar tudo bem amarrado, com sabedoria musical e inspiração. 

“Céu da Boca” vai rolar pelas gargantas dos fãs e a saliva de cada um vai ficar docinha, apaziguada e cheia de horizontes. O convite é amplo, “comigo e quem você quiser”. Põe naquela playlist das baladas irresistíveis.

“Voltar Pra si” encerra os trabalhos com clima de ijexá , baixo, percussão  e guitarras, pronta pras ruas de Olinda e Recife, parceria de quatro deles, Martins, PC Silva, Juliano e Marcello Rangel. 

O álbum e a jornada de Martins confirmam que se você quer voltar pra si, escolha bem seus companheiros de estrada e o caminho se faz mais possível.Tudo começa e se expandir a partir do violão, das palavras, dos parceiros e da voz desse artista cheio de um carisma, que é a cereja do bolo. 

Este novo passo chega até nós muito bem articulado, pela produção sensível  de Rafael Ramos. Arranjos inventivos que soam levemente, a serviço das canções. 

Agora é dar a largada, deitar e rolar.

Continue lendo

Destaque