Conecte-se Conosco

Cultura

Acontece até domingo na capital paulista o projeto ‘O rio que nasce na minha cabeça’ que mostra a importância afetiva e ambiental dos rios

Publicado

em

Uma série de leituras de obras literárias e expressões artísticas são realizadas em praças, escolas e bibliotecas públicas

A importância afetiva e ambiental dos rios é o tema do projeto ‘O rio que nasce na minha cabeça’, que promove a leitura de obras literárias e expressões artísticas em praças, escolas e bibliotecas de São Paulo, com atividades gratuitas dias 27 e 28 de abril.

As experiências culturais vão girar em torno de leituras que aproximam o público dos rios e que fazem parte de um acervo selecionado com mais de 40 livros para a infância. Entre eles, ‘Fio de Rio’, de Anita Prades (cujas ilustrações foram selecionadas para a Bienal de Bratislava); ‘Um dia, um rio’, de Leo Cunha e André Neves, ‘Meu Avô Apolinário’, de Daniel Munduruku; ‘Um Dia Feliz”, de Patricia Santana e Carol Fernandes; ‘Falo como um rio’, de Jordan Scott e Sydney Smith; e ‘A história das crianças que plantaram um rio’, de Daniel da Rocha Leite.

Obras voltadas ao público adulto, que usam os rios como tema, também fazem parte do repertório literário. Entre os autores, estão Fernando Pessoa, Carlos Drummond de Andrade, Gabriel García Márquez, Eduardo Galeano e Mário de Andrade. “Dessa forma, vemos e partilhamos o livro como arte, lado a lado com outras linguagens e materialidades”, argumenta Mariana Fujisawa, artista visual e uma das mediadoras do projeto.

O projeto é aberto ao público e acontece na biblioteca Camila Cerqueira César (zona oeste), no dia 27, e no recém-inaugurado Parque Linear Água Podre-Ypuera, dia 28. “O parque acabou de ser inaugurado e o público do entorno ainda não conhece. Levar o projeto para lá é uma forma de divulgar e prestigiar o espaço, que é fruto da luta pela proteção das nascentes do córrego Água Podre”, diz a educadora Juli Codognotto, idealizadora do projeto. No evento do dia 28, a organização doará livros para os participantes e para o parque, iniciando uma biblioteca comunitária no espaço.

“Queremos instigar o desejo e o prazer da leitura em infâncias de todas as idades e despertar, por meio do fluxo dos rios, o fio da memória e costurá-lo com aquele fio que guia nossa imaginação até o futuro.” O projeto de Juli Codognotto foi contemplado pelo edital PROAC 24/2023, de Produção e Realização de Projeto de Incentivo à Leitura.

Continue lendo

Cultura

Semana de Leitura 2024 tem programação gratuita online e em diversos pontos da cidade

Publicado

em

De

Teatro, contação de histórias, sarau, bate-papo com escritores, troca de livros e mais uma vasta programação acontece até 24 de maio para despertar, desenvolver e estimular o interesse de crianças, jovens e adultos

Até o dia 24 de maio acontece a 13° Semana Municipal de Incentivo e Orientação ao Estudo e à Leitura de São Paulo, evento em formato híbrido que faz parte do Calendário Oficial da Cidade de São Paulo e que nesta edição foca no tema “Histórias e Canções”. A abertura do evento foi no dia 16 de maio, no Theatro Municipal, com atrações para cerca de 1200 alunos da rede pública, professores e bibliotecários.

A Semana – de 16 a 24 – tem programação para todos os gostos!

Sarau para os pequenos e para os adultos, apresentações teatrais, circenses e música em bibliotecas e CEUs, contação de histórias em pontos de leitura, distribuição gratuita de livros, musicais, oficina de escrita para a Terceira Idade, lançamento de e-book de audiovisula e muito mais. Tudo isso gratuitamente, abrangendo as regiões Norte, Sul, Leste, Oeste e Central da cidade.

Sucesso nas últimas edições, as lives (Bate-papo com o autor) também acontecem agora e marcam a participação de importantes nomes da literatura infantojuvenil, entre eles Pedro Bandeira e Heloisa Pires Lima.

E tem também a programação online, transmitida pelas redes sociais da Semana (Estudo e Leitura). Ainda integram as atividades exibições de curtas produzidos por alunos e professores da Rede Municipal de Ensino.

Criada a partir da Lei 14.999/09, de autoria do vereador Professor Eliseu Gabriel (PSB), a Semana de Leitura tem a proposta de despertar, desenvolver e estimular essa prática em crianças, jovens e adultos. Toda a programação é realizada pelo gabinete do vereador em parceria com as secretarias municipais de Educação, de Cultura e da Pessoa com Deficiência, com o apoio de importantes entidades do setor.

“O maior mérito desse projeto é ser inclusivo e oferecer aos participantes oportunidades e experiências de estudo, de cultura e de leitura muitas vezes subtraídos em razão das dificuldades econômicas e sociais”, afirma Eliseu. Ele ressalta dados do Instituto Pró-Livro “o brasileiro lê, em média, 2,4 livros por ano, enquanto pesquisas internacionais apontam que os franceses leem 21 livros por ano e os canadenses leem 12”.

Saiba mais:

13° Semana Municipal de Incentivo e Orientação ao Estudo e à Leitura

De 16 a 24 de maio de 2024

Abertura | 16 de maio – 13h

Theatro Municipal de São Paulo (encerramento previsto para 17h)

Somente para alunos e professores da rede pública e convidados

Encerramento | 24 de maio – 9h

Salão Nobre da Câmara Municipal de São Paulo (Viaduto Jacareí, 100 – 8º andar)

Aberto ao público

A programação completa da Semana será disponibilizada no link: https://estudoeleitura.com.br/agenda-sel/  

Atrações variadas e gratuitas espalhadas pela cidade

Bate-papo com a autora Heloisa Pires Lima

21/5 – 12h | On-line pelas redes Facebook e Youtube Estudo e Leitura

Link direto: https://www.youtube.com/watch?v=-hJqCiUarmM

Heloisa Pires Lima é escritora, editora e antropóloga. Pesquisa representações culturais e origem africana para a infância e juventude. Autora de obras como “História da Preta” e “Toques do Griô”, que trazem nas suas pautas a importância de equalizar a origem continental africana frente às demais nas prateleiras de livros, um desafio seu como escritora infantil.

De Mão em Mão

23/5 | Das 13h às 16h | Biblioteca Brito Broca (Av. Mutinga, 151, no ponto de ônibus)

Distribuição gratuita de livros.

Recital “Brasil Apaixonado: Lendas Amazônicas e Folclóricas”

21/5 – 15h | CEU Pêra-Marmelo (Rua Pêra-Marmelo, 226 – Jardim Santa Lucrécia)

22/5 – 14h | Biblioteca Monteiro Lobato (Rua General Jardim, 585 – Vila Buarque)

23/5 – 15h | CEU Jaguaré (AV. Kenkiti Simomoto, 80)

24/5 – 14h30 | CEU Vila Atlântica (Rua Cel. José Venâncio Dias, 840)

em duo canto e piano, Yuri Pingo e Victhor Fabiano levam as históricas canções folclóricas do compositor paraense Waldemar Henrique, compositor e pianista, é um dos mais notáveis nomes da música erudita do Brasil. Livre.

Teatro “Quebra-Nozes no Reino dos Brinquedos”

22/5 – 10h | Biblioteca José Mauro Vasconcelos (Praça Comandante Eduardo de Oliveira, 100 – Parque Edu Chaves)

23/5 – 14h | Biblioteca Jamil Almansur Haddad (Rua Andes, 491-A – Guaianases)

A peça é a versão do ballet clássico de E.T.A. Hoffmann, com música de Peter Tchaikovsky. Clara é transformada em boneco e levada pelo seu novo amigo-boneco Quebra-Nozes a conhecer os brinquedos tradicionais de diversos países, levando com eles toda a plateia a uma viagem pelo lúdico mundo dos brinquedos e brincadeiras tradicionais. Livre.

Clube de Literatura da Mário

24/5 – 17h| Biblioteca Mário de Andrade (Rua da Consolação, 94)

O objetivo do encontro é aprimorar a habilidade leitora, a criticidade e a argumentação, abrindo espaço para o diálogo, a partir de obras literárias disponíveis no acervo da Seção Circulante.

Teatro “Mjiba, a Boneca Guerreira”

21 a 23/5 – 15h | Centro Cultural São Paulo (Rua Vergueiro, 1000)

Peça q23ue conta a história de palhaços carteiros que se deparam com uma encomenda sem remetente e encontram algo totalmente inesperado dentro da caixa: uma boneca negra. A partir dessa descoberta, apresentam de maneira lúdica para crianças, jovens e adultos discussões importantes e pertinentes para os dias atuais, tais como os problemas enfrentados pelas mulheres negras na sociedade.

Oficina de Escrita Criativa para a Terceira Idade

22/5 – 13h45 | Sede da Aprofem (Praça da República, 386 – 9º andar)

A oficina ensina os primeiros passos do universo da escrita. Cada palavra é uma peça do quebra-cabeça que compõe sua narrativa e cada frase é uma porta para novas possibilidades de expressão. Ministrada pela escritora Clene Salles, vai abordar os elementos e recursos necessários para aprimorar a escrita criativa.

Teatro para bebês “Cadê”

24/5 – 15h | Biblioteca Castro Alves (Rua Abrahão Mussa, s/n – Jardim Patente)

Todos os adereços utilizados em cena são objetos cotidianos e ganham uma nova função através do estado brincante e da imaginação. No final do espetáculo, os bebês são convidados a entrar no espaço cênico e explorar livremente os espaços e os adereços cênicos. Público: 0 a 3 anos.

Continue lendo

Cultura

Desafio Reis da Rua celebra o futebol, cultura e empreendedorismo em bairros periféricos de Salvador

Publicado

em

De

Evento servirá como vitrine à cultura de rua e já tem seis etapas confirmadas para a capital baiana

Salvador está confirmada como a primeira cidade brasileira a receber o Desafio Reis da Rua, evento nacional que promove o esporte, a cultura e o empreendedorismo comunitário. Nas seis etapas já confirmadas para a capital baiana serão atrações para as comunidades: futebol de rua, oficinas de grafite, capoeira, danças urbanas, gastronomia, batalhas de rima e economia criativa.

Iniciativa da Taurus Group e do Portal DaBase, a primeira edição do evento será no dia 18 de maio, na Baixinha do São Gonçalo, no Cabula. Cidade Nova, Candeal e Canabrava também já estão confirmados como bairros que participarão do circuito nos próximos meses. Os times campeões de cada etapa se encontrarão em uma edição master, numa grande final, em dezembro, para medir forças e sacramentar quem são os verdadeiros “Reis da Rua de Salvador”.

“O Desafio Reis da Rua é mais do que um evento. É uma plataforma de transformação social. Estamos criando um espaço onde os jovens poderão expressar suas habilidades com a bola nos pés ou através da arte; e onde a comunidade vai celebrar a nossa cultura única, através da arte, gastronomia e economia criativa. Queremos que cada participante, seja no campo, nas atividades ao redor dele ou na plateia, sinta-se como um rei ou rainha de sua rua”, destaca Jiovani Soeiro, idealizador e organizador do evento.

Além de Salvador, o evento tem previsão de passar por cidades do interior baiano e por mais sete capitais brasileiras: Maceió/AL, Recife/PE, João Pessoa/PB, São Paulo/SP, Goiânia/GO e Palmas/TO, além do Distrito Federal.

Futebol raiz

No coração do Desafio Reis da Rua, a competição de futebol de rua se destaca. Com jogos de cinco contra cinco, numa arena fechada onde a bola nunca sai, e com traves no famoso formato de “golzinho”, a dinâmica promete ser incessante do início ao fim. A habilidade, a criatividade e arte do improviso ditarão o ritmo enquanto a bola estiver rolando. É esse ambiente que vai atrair observadores técnicos, os conhecidos “olheiros”, de grandes clubes do país ao evento.

O Governo do Estado da Bahia, por meio da Secretaria Estadual de Turismo, e a Amvox, já confirmaram patrocínio, apostando no potencial transformador do evento para as comunidades envolvidas.

“Estamos promovendo um legítimo movimento cultural, que vai proporcionar uma experiência completa com atividades que vão além do esporte, promovendo a cultura de rua em todas as suas formas. É um convite aberto a todos os soteropolitanos para celebrar, participar e apreciar a riqueza cultural da nossa gente”, crava Soeiro.

Continue lendo

Cultura

Cia. VN Teatro apresenta: “As Crônicas de um Viajante”, uma viagem teatral para toda a família

Publicado

em

De

Prepare-se para embarcar em uma jornada emocionante com a nova produção da Cia. VN Teatro: “As Crônicas de um Viajante”. Sob a direção de Reinaldo Nunes, este espetáculo promete encantar espectadores de todas as idades com uma fusão de teatro popular e contação de histórias.

“A Sopa de Pedra”, “A História de Jonas” e “A História do Nariz Verde” são os pilares sobre os quais Reinaldo Nunes construiu “As Crônicas de um Viajante”. Ao unir elementos dessas histórias tradicionais, Nunes almejou criar uma obra que não apenas entretenha, mas também transmita valores e princípios essenciais.

“Eu sou ator e contador de histórias. E todo o meu trabalho, a minha carreira, sempre misturei essas linguagens”, revela Nunes. Com base em histórias tradicionais como essas, a peça tece uma narrativa envolvente que celebra valores como unidade, fé e autenticidade.

“A Sopa de Pedra não é uma história especificamente cristã, mas ela trabalha sobre unidade, ela fala sobre amizade, ela fala sobre empatia. Então, eu acho muito interessante para esse momento”, acrescenta o diretor.

Uma Experiência Teatral Interativa

A essência de “As Crônicas de um Viajante” reside na sua abordagem lúdica e interativa. Utilizando elementos do teatro popular e da contação de histórias, a produção transforma objetos simples em cenários mágicos, convidando o público a embarcar em uma jornada de imaginação e criatividade.

“A manipulação de objetos, a transformação de objetos, isso abre essa janela, abre a janela pro lúdico, abre a janela pra imaginação”, explica Nunes. Com uma trilha sonora envolvente e personagens caricatos, a peça promete uma experiência teatral memorável para toda a família. “A brincadeira de transformar objetos, de manipular objetos, isso faz parte do universo infantil”, destaca o diretor.

Não perca a oportunidade de se encantar com “As Crônicas de um Viajante” e embarcar em uma aventura teatral que ficará na memória por muito tempo. Garanta já o seu ingresso e junte-se a nós nesta emocionante jornada!

SERVIÇO:

Evento: “As Crônicas de um Viajante”

Data: 25 de maio de 2024

Horário: 16h

Local: Teatro Conchita de Morais

Endereço: Praça Rui Barbosa, 12 – Santa Teresinha (Santo André)

Ingresso: R$ 10,00

Para mais informações e reservas, entre em contato pelo telefone (11) 9433.76149 (Reinaldo).

Continue lendo

Destaque