Conecte-se Conosco

Volnei Barboza

Valorização das mulheres: como a interseccionalidade impacta nos avanços dessa pauta e trava a inclusão efetiva de mulheres no mercado de trabalho

Publicado

em

Censos de Diversidade produzidos por Liliane Rocha, CEO e Fundadora da Gestão Kairós, comprovam que ainda há muito o que melhorar para que o tema da igualdade de gênero esteja equacionado no Brasil

A inclusão de mulheres no mercado de trabalho ainda demanda muita atenção, principalmente quando analisada a partir da interseccionalidade feminina. Neste mês, em que celebramos a luta histórica das mulheres por igualdade de gênero, a especialista Liliane Rocha, CEO e Fundadora da Gestão Kairós, consultoria de Sustentabilidade e Diversidade e Conselheira Deliberativa do Instituto Tomie Ohtake, chama a atenção para um equívoco que tem se perpetuado: o entendimento de que a questão feminina está equacionada. “Quando falamos sobre o direito das mulheres, muitos entendem que este tema já foi resolvido dentro das empresas, pois focam exclusivamente no percentual de mulheres em cargos de base, desconsiderando o quanto seguem extremamente sub-representadas na liderança, sobretudo no nível gerente e acima, e deixam de observar que a representatividade presente, muitas vezes é quase que exclusivamente de  mulheres brancas, heterocisnormativas e sem deficiência. Deixando de fora mulheres negras, LGBTQPIAN+, com deficiência, periféricas, entre outros”.

O estudo Diversidade, Representatividade e Percepção – Censo Multissetorial da Gestão Kairós 2022 traz dados interseccionais que comprovam a necessidade de ampliação da consciência de que, quando se trata de mulheres, existem diversos recortes a serem considerados antes de propagar que há avanços significativos na temática, principalmente no mercado de trabalho. Entre os mais de 26 mil respondentes do estudo, no quadro funcional das empresas, são 32% de mulheres. Porém, quando recortamos os dados, 88% são mulheres brancas, 9% são mulheres negras (sendo 7% pardas e 2% pretas), ou seja, número quase 10 vezes menor em termos de representatividade, seguidas por 2% de mulheres amarelas e 0,2% de mulheres indígenas.

Já quando analisada a questão da diversidade sexual, os dados mostram que no quadro funcional, 97,4% das mulheres são heterossexuais, 1,5% são lésbicas e 1,1% são bissexuais. Ao todo, 99,7% são cisgêneras e apenas 0,3% transgênera. No que se refere à deficiência, 99,6% das mulheres não têm deficiência e 0,8% são mulheres com deficiência. Em relação à idade, apenas 7,6% têm 40 anos ou mais e somente 1,4% têm 50 anos ou mais.

Ainda de acordo com esse estudo, os números caem drasticamente quando se trata dos cargos de liderança (gerente e acima): 25% são mulheres, 3% mulheres negras (2% pardas e 1% pretas). “É possível observar que, quanto mais marcadores identitários, menor é a representatividade dentro das estruturas. Na média da Gestão Kairós, que aponta 25% de mulheres e 75% de homens, o número de mulheres negras é cerca de 7 vezes menor que o número de mulheres brancas, com o percentual de mulheres pardas sendo o dobro de mulheres pretas”, explica Liliane Rocha.

Em termos de diversidade sexual na liderança das empresas, lésbicas são 0,8% e bissexuais 1,1%. “Outro fato que devemos atentar é que quanto maior o nível hierárquico dentro das estruturas, maior é a tendência da autodeclaração como heterossexual. Uma hipótese é de que esse público, em particular, se sinta menos confortável em autodeclarar sua orientação sexual. Portanto se houver mulheres LGBTs elas não se declaram”, acredita a especialista. Ainda olhando para os dados de liderança, mulheres com 40 anos ou mais são 11,4% e com 50 anos ou mais 2,4%. “Em uma sociedade que vive a inversão da pirâmide etária, na qual a expectativa de vida é de pelo menos 76 anos, vemos que a representatividade de mulheres com a partir de 50 anos é cerca de 4,7 vezes menor em relação às mulheres com entre 40 e 49 anos. Isto é estruturalmente muito grave.”, reforça Liliane Rocha.

Já o estudo Publicidade Inclusiva – Censo de Diversidade das Agências Brasileiras 2023, produzido pela Gestão Kairós em parceria com o ODP (Observatório da Diversidade na Propaganda) e realizado com 24 agências de publicidade, representando cerca de 6300 respondentes, no quadro funcional (330 funcionários), 57% são mulheres e 21% são mulheres negras. Já na liderança das agências, entre os 105 líderes (gerente e acima), 49,8% são mulheres e 4,6% são mulheres negras. Desse contingente, entre os 13 CEOs e Presidentes de agências, apenas 1 é mulher – importante reforçar que na ocasião em que o estudo foi feito não havia nenhuma mulher negra nesses cargos.

“Precisamos repensar a posição da mulher sob os aspectos de gênero, raça, sexualidade, idade etc. o que me remete a um conceito importante introduzido por Simone de Beauvoir, que nos revela a mulher como sendo sempre vista como o ‘outro’, a partir da perspectiva do homem, e jamais como a si mesma. Concordo totalmente com o conceito, e, enquanto mulher negra peço licença à autora para acrescentar que a mulher negra é o ‘outro’ não só na perspectiva do homem, como também da mulher branca, que ainda insiste em nos enxergar como uma unidade. Se continuarmos com essa universalização do que é ser mulher, partindo sempre da representação da mulher branca, deixamos claro que, mesmo na tentativa de tratar o tema de diversidade de forma consciente e inclusiva, como sociedade seguimos falhando, excluindo e marginalizando as mulheres”, finaliza Liliane Rocha.

Sobre Liliane Rocha

Fundadora e CEO da Gestão Kairós – Consultoria de Sustentabilidade e Diversidade. Executiva com 19 anos de carreira em grandes empresas nacionais e multinacionais.

Conselheira Deliberativa do Instituto Tomie Ohtake, Conselheira Consultiva de Diversidade da Ambev (2020 – atual), do Conselho do Futuro do IBGC (2022-2023), Impacto – CEOs Legacy Fundação Dom Cabral (2018-2022), Novelis do Brasil (2021-2022) e Moove (2022).

Docente na Pós-Graduação na FIA/USP, Professora Influenciadora na Pós-PUCPR. Mestre em Políticas Públicas e MBA Executivo em Gestão da Sustentabilidade pela FGV. Especialização em Gestão Responsável para Sustentabilidade pela Fundação Dom Cabral, e Relações Públicas pela Cásper Líbero.

Reconhecida como Linkedin Top Voice em 2023 e como uma das 50 Mulheres de Impacto América Latina 2022 pela Bloomberg Línea, e por quatro vezes como uma das 101 Lideranças Globais e mais Proeminentes de Diversidade e Inclusão pelo World HRD Congress. Colunista da Época Negócios, da VOGUE e do InvestNews, na coluna ESG News com Liliane Rocha.

Autora do livro “Como ser uma Liderança Inclusiva”, e Detentora Oficial no Brasil do termo e conceito Diversitywashing – Lavagem da Diversidade – desde 2016, devidamente registrado no Instituto Nacional de Propriedade Industrial sob nº 914651994.

Continue lendo
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

Criador da Banda Djavú, Geandson Rios, comenta sobre a nova turnê

O cantor Brasileiro, Geandson Rios, é natural de Capim Grosso, no estado da Bahia, e foi o criador da Banda Djavú, a qual foi e ainda é sucesso desde o ano de 2008, com os grandes sucessos como “Me Libera”, “Rubi”, “Não desligue o telefone” e muitas outras que fazem parte da playlist de milhares de Brasileiros. Segundo o cantor a banda fez um sucesso tão grande em pouco tempo e várias turnês, no Japão, Europa e Estados Unidos, além da América Latina, com o Tecnomelody que possui uma batida envolvente que contagia a todos, porém junto com o sucesso […]

Publicado

em

De

O cantor Brasileiro, Geandson Rios, é natural de Capim Grosso, no estado da Bahia, e foi o criador da Banda Djavú, a qual foi e ainda é sucesso desde o ano de 2008, com os grandes sucessos como “Me Libera”, “Rubi”, “Não desligue o telefone” e muitas outras que fazem parte da playlist de milhares de Brasileiros.

Segundo o cantor a banda fez um sucesso tão grande em pouco tempo e várias turnês, no Japão, Europa e Estados Unidos, além da América Latina, com o Tecnomelody que possui uma batida envolvente que contagia a todos, porém junto com o sucesso também veio dias ruins, como todo artista, onde não só passam por coisas boas, mas também tem que enfrentar marés difíceis.

Geandson teve o rompimento da primeira formação e enfrentou processos judiciais contra os primeiros integrantes, porém segundo o cantor, ganhou o processo contra a cantora da primeira formação.

Banda Djavú

Banda Djavú

O artista conta que na época participou de vários programas de televisão, sendo desde o SBT até a Rede Globo, onde foram vários dias que a banda passou em claro devido a inúmeros shows, onde Geandson conta que chegaram a fazer mais de 30 shows por mês no Brasil inteiro, tendo que viajar com frequência e vendo a família menos do que gostaria, e que foi todo este trabalho árduo que deu a grande visibilidade e que consagrou o nome da banda, dando mais evidência e notoriedade cada vez mais.

Atualmente o cantor está com a turnê Piseiro da Djavú 2 em 1, cantando ao lado da cantora Keytte Moreno e com um balé fantástico, onde promete ser grande sucesso nas festas de São João em o todo Brasil.

Geandson está sempre na mídia, ultimamente saiu em vários sites de destaques como UOL, Coluna da Tv, MTV, o portal Metrópoles da Fabia Oliveira entre vários outros, além de podcasts e programas de TV contando sobre a turnê ‘Djavú 2 em 1’, além de muita coisa boa que está chegando para o cantor e sua banda.

Banda Djavú - Geandson Rios e Keytte Moreno - Credito da Foto: Tamer Asan

Banda Djavú – Geandson Rios e Keytte Moreno – Credito da Foto: Tamer Asan

Continue lendo

Celebridades

Inovação e Exclusividade no Mercado Imobiliário de Luxo pós-pandemia

Publicado

em

De

Casa Bessa

Thiago Godoy, da Legacy, traz exemplos no Brasil e do mundo do que significa ampliar a experiência do cliente e atender a demanda com a mudança de mentalidade dos consumidores de luxo

No coração do luxuoso mercado imobiliário, pensar em estratégias únicas é o diferencial competitivo dos profissionais do setor, a mudança de comportamento e mentalidade após o covid-19, dita novas regras para a valorização do estilo de vida e decisão de compra desse público, relata Thiago Godoy, da Legacy, especialista no atendimento diferenciado do mercado de luxo.

Thiago Godoy, com sua expertise no setor imobiliário de luxo, entende que o sucesso em vendas  vem concretizando-se pela valorização financeira desses empreendimentos pós-pandemia, esses projetos combinam inovação, exclusividade e um profundo entendimento das necessidades e desejos de um público tão  exigente. Aqui estão alguns exemplos emblemáticos de sucesso no mercado imobiliário de luxo no mundo:

  1. One Hyde Park, Londres: Este desenvolvimento é famoso por ser um dos mais caros por metro quadrado no mundo. Com serviços de concierge fornecidos pela equipe do hotel Mandarin Oriental e um design de interiores extremamente luxuoso, One Hyde Park exemplifica como a combinação de localização privilegiada, segurança excepcional e serviços de alto padrão atraem compradores de elite global.
  2. Billionaire’s Row, Nova York: Esta série de arranha-céus ao longo do Central Park South inclui alguns dos prédios residenciais mais altos e mais caros do mundo. Projetos como o 432 Park Avenue oferecem vistas deslumbrantes, amenidades de ponta e arquitetura de destaque, atraindo bilionários e celebridades como compradores.
  3. The World Towers, Mumbai: Este complexo de torres, que inclui a torre residencial mais alta da Índia, é conhecido por seu design luxuoso e amenidades exclusivas como um campo de cricket privativo e um teatro de observação. Tais características destacam como projetos imobiliários de luxo podem incorporar elementos culturais únicos para atrair compradores locais e internacionais.
  4. Palm Jumeirah, Dubai: Esta icônica ilha artificial é adornada com villas de luxo, apartamentos e hotéis cinco estrelas. O desenvolvimento mostra como projetos imobiliários podem ser transformados em destinos de lifestyle, combinando residências de alto padrão com um ambiente turístico de classe mundial.

Para Thiago, aplicar esses princípios ao mercado brasileiro pode envolver a adaptação de tendências globais às preferências locais, garantindo que cada projeto não só atenda, mas supere as expectativas dos compradores mais sofisticados.

Para o especialista, a explosão de venda de imóveis de alto padrão e imóveis novos a venda como  a Casa Bessa, mansão de luxo localizada na Riviera de São Lourenço, surge como um exemplo vibrante de como inovação, estilo e conforto são estratégias de sucesso e podem criar um desejo profundo entre os investidores. Localizado a duas horas de São Paulo, esse empreendimento não é apenas uma residência; é uma experiência de estilo de vida expansiva que incorpora 3 andares, 7 suítes (master com walking terrace), elevador, academia moderna, raia de piscina com correnteza, telão externo, fixada há apenas 300 metros da praia e 50 metros de clube de Golf exclusivo.

É evidente que após a pandemia muitos moradores de São Paulo migraram para o litoral Norte e Sul, e não falamos somente dessa região, a mudança de mentalidade por melhor estilo de vida, mobilizou o Brasil todo na  busca por algo mais sofisticado e exclusivo.

Thiago Godoy, comenta sobre a importância da saída da zona de conforto: “No mercado imobiliário de luxo, entender e antecipar os desejos dos nossos clientes é crucial. Eles não estão apenas comprando uma propriedade; estão escolhendo um melhor estilo de vida. Com recursos como a da Casa Bessa, algo verdadeiramente único e que vai além das expectativas padrão de luxo. Diz respeito à exclusividade e acesso a experiências que não podem ser encontradas em nenhum outro lugar.”

A exclusividade é um ponto chave de investimento no setor,  que combina residências de alto padrão, bem localizadas, com entretenimento que garante aos proprietários,  desfrutar de privacidade e acesso direto a instalações de primeira classe​.

De acordo com o especialista, “A Legacy busca sempre superar as barreiras da inovação, exclusividade, conforto e segurança. Nosso foco não está apenas em vender imóveis, mas em criar um ambiente onde cada detalhe contribui para uma vida mais rica e plena, com investimento que vale para a vida. Isso nos distingue no mercado saturado de hoje e nos permite atender às expectativas dos clientes mais exigentes.”

Sobre o mercado em São Paulo, capital

Para Thiago Godoy,  no mercado imobiliário de luxo de São Paulo, projetos notáveis como o Jardim Paulista e o Alto de Pinheiros destacam-se por oferecer residências luxuosas que misturam arquitetura moderna com conveniências de alta gama​. Exemplos incluem casas e apartamentos que oferecem desde jardins privativos e piscinas a interiores de design customizado com os mais altos padrões de acabamento.

No Jardim Paulista, por exemplo, os imóveis muitas vezes apresentam ambientes integrados com trabalho de marcenaria personalizada, controle de temperatura ambiente e sistemas de segurança avançados, proporcionando um conforto excepcional e privacidade​​. Em Alto de Pinheiros, residências são projetadas para maximizar a luz natural e muitas incluem amenidades como piscinas aquecidas e espaços gourmet​​.

Além disso, o desenvolvimento imobiliário em locais como o Itaim Bibi e Vila Nova Conceição continua a atrair alto interesse devido à sua proximidade com centros de negócios e lazer, oferecendo propriedades com vistas deslumbrantes e acesso fácil a serviços de luxo​​.

Esses projetos ilustram como o mercado de luxo em São Paulo é dinâmico e adaptado às necessidades de um público exigente, procurando sempre inovar em termos de localização, design e funcionalidades. Tais características são cruciais para um especialista como Thiago Godoy ao apresentar propriedades que não só atendem mas também excedem as expectativas dos clientes mais sofisticados no mercado imobiliário de luxo.

Sobre a Legacy

Legacy é uma empresa especializada no mercado imobiliário de luxo, fundada por Thiago Godoy. Com uma abordagem única e personalizada, a Legacy se destaca por oferecer propriedades exclusivas e serviços diferenciados para um público exigente. A empresa é reconhecida por sua expertise em identificar oportunidades únicas no mercado de alto padrão, proporcionando experiências memoráveis e sofisticadas para seus clientes. Com um portfólio de imóveis de luxo cuidadosamente selecionados, a Legacy se compromete com a excelência, a inovação e a satisfação total de seus clientes. Mais informações acesse o site: https://www.instagram.com/thiagogodoy_legacy/

Sobre Thiago Godoy

Thiago Godoy é um renomado profissional no mercado imobiliário de luxo e fundador da Legacy. Com uma vasta experiência no setor, Thiago trabalhou em empresas líderes como Tegra, Even e Cyrela, onde adquiriu um profundo conhecimento e uma visão única do mercado de alto padrão. Sua paixão pelo setor e sua dedicação em oferecer um serviço excepcional o levaram a criar a Legacy, uma empresa que reflete seu compromisso com a qualidade, a exclusividade e a inovação. Thiago é conhecido por sua habilidade em compreender as necessidades de seus clientes e por sua capacidade de transformar sonhos em realidade.

Continue lendo

Celebridades

Paula Mattos se une a Anna Akisue, destaque do The Voice Brasil, no single “Do Meu Jeito”

Publicado

em

De

(Anna e Paula Mattos – Foto: @sucrerecords)

Cantora que se apresentou no “Disney In Concert” faz a sertaneja cair de cabeça no pop na faixa que chega aos apps de música nesta sexta-feira (3)

Faça já o pre-save: https://orcd.co/domeujeito

Anna Akisue, um grande sucesso do “The Voice Brasil”, que virou disputa entre os grandes Lulu Santos e Michel Teló e chegou às quartas de final do programa em 2016, voltando como convidada em 2017 para se apresentar na final do reality,  consagrando-se como o grande destaque do time do sertanejo na edição que competiu, se uniu a grande compositora e cantora Paula Mattos, que já dividiu vocais em faixas com Thaeme & Thiago (“Eu Já Te Amava”) , Naiara Azevedo (“Ele Não Merece A Gente”) e outros nomes da música sertaneja, para lançar o dueto “Do Meu Jeito”, que chega nesta sexta-feira, 3 de maio.

A faixa, produzida pelo grande Rocha, guitarrista do ídolo latino Ricky Martin e Thiago Sucre, o empresário e produtor musical,  CEO da Lag  Lounge, da Sucre Records e do Sucre Estúdios, que já recebeu em seu estúdio nomes como Marina Senna, é para colocar qualquer um para dançar com uma mensagem alto astral, positiva e um som envolvente:

“Do Meu Jeito é uma música que levanta o astral de qualquer pessoa. É uma música empolgante, dançante, com uma letra cheia de positividade e esperança. É sobre levar a vida com leveza, fazendo tudo do seu jeito, com propósito, com amor e alegria. É sobre enxergar a vida como única e viver no presente.”, contou Anna.

Anna também explica que escolheu Paula Mattos a dedo para trabalhar. O motivo? Além de nutrir uma profunda admiração pelo som e pela história da cantora, ela acredita que as duas têm a mesma vibe, que se encaixa perfeitamente na música:

“A escolha do feat foi feita porque, além de admirar muito a trajetória de carreira da Paula, ela é uma artista e a uma pessoa que reverbera a mensagem da música e isso era essencial! Acredito que uma mensagem só é passada com êxito se o mensageiro acredita no que diz. E foi isso que vi na Paula! Tinha que ser ela! Ela já fazia parte da minha vida, como amiga, então trabalhar juntas é apenas mais uma faceta da nossa relação!”, revelou.

A produção não poderia ser de menor excelência artística: além de Rocha, Sucre convidou Marcos Romera, um dos maiores pianistas brasileiros, Juninho, conhecido como baixista da maior drag queen do Brasil, Pabllo Vittar e a técnica única de Filipe Moura, que faz um som especial com metais, para compor a sonoridade intensa da canção. E, claro, a voz impecável de Anna, que já teve uma parceria com João Carlos Martins e foi uma das estrelas do “Disney In Concert”, sucesso que revisita canções clássicas dos filmes em uma grandiosa orquestra ao vivo.

Emoção em cada acorde

Anna afirma que essa música é muito especial e traz à tona a vontade de viver uma vida próspera, desacelerada e quer que ela se torne um grito de guerra para a plena felicidade:

“Eu acredito muito nesse som. Acho que é uma mensagem que precisa ser passada adiante! Prosperidade ao desacelerar. A gente só tem a ganhar vivendo do nosso jeito! Essa música é como um grito de guerra sobre a urgência de ser feliz e um convite a adoçar a vida através dos detalhes. E em momentos de tanta correria em que vivemos, isso é muita coisa!”, completou.

Clipe especial

Ao lado de Paula Mattos, Anna protagoniza o videoclipe, dirigido por Sucre, e ela revelou que a história gira em torno de duas pessoas que saem da realidade monótona em momentos de sonhar acordado, sendo este o jeito que encontraram para viver seus sonhos, uma verdadeira metáfora para a mensagem principal da música:

“O videoclipe de “Do Meu Jeito” conta a história de duas pessoas, que não vivem ativamente o próprio sonho, mas que se descolam da própria realidade e sonham acordadas todos os dias. O que é uma conexão direta com a música, que fala sobre sair da nossa zona de conforto para perseguir nossos sonhos, fazendo tudo do nosso jeito, com nosso propósito e muito amor.”

O styling do clipe ficou a cargo de Jessica Arnhold que, além de stylist, é empresária de Anna. Ela é responsável por figurinos de grandes nomes da música, como a própria Paula Mattos, Lexa e a dupla Maiara & Maraisa.

“Quis realmente trazer o universo das artistas para esse clipe, ser realmente do jeito delas em cada look e detalhes. Um universo bem Pop e cada uma no seu estilo!”, contou a profissional.

Por fim, Anna garantiu que as novidades não param por aí e prometeu que 2024 será ainda mais recheado de talento, já que suas inspirações são no gigante Bruno Mars, na estrela em ascensão do R&B, Victoria Monét e um dos maiores vencedores do Grammy, Kirk Franklin. Ela promete parcerias incríveis e muitos hits de sucesso para a sua grandiosa carreira.

Continue lendo

Destaque