Conecte-se Conosco

Economia

Com mestrados em educação, Thaty Oliveira se destaca como babá nos Estados Unidos

Publicado

em

Com dez anos de experiência na profissão, Thaty Oliveira vivencia uma carreira de sucesso nos Estados Unidos. Recentemente nomeada “Babá do Ano Internacional 2022” pela Associação Internacional de Babás, além de ter dois mestrados pela Cambridge College e um livro já publicado, a brasileira tem provado que ser babá educadora é coisa séria e exige qualificação.

Natural de Lençóis Paulista, interior de São Paulo, Nanny Thaty, como ficou conhecida, vive há 19 anos em Cambridge, estado de Massachusetts (EUA). Oliveira conta, em entrevista, que foi morar nos Estados Unidos através de um programa de “Au Pair” (modalidade de intercâmbio na qual a pessoa viaja para trabalhar cuidando dos filhos de uma família do país de destino), e já chegou ao país atuando como babá.

“Eu vim pra cá como ‘Au Pair’, que vendem no Brasil como se fosse um intercâmbio, que você vem aqui pra ser tipo uma irmã mais velha, mas a realidade logo percebi que não é isso. É um programa de trabalho mesmo, você chega a trabalhar até 45 horas por semana, com crianças, então eu tive muita sorte. Eu amei a minha família, eles me deram muito direcionamento nessa questão de cuidar de criança em casa, porque, até então, eu tinha uma certa experiência dando aula de inglês, mas realmente não com cuidados particulares de criança, na residência das pessoas, então foi aqui mesmo (nos EUA) que eu ganhei experiência, continuei fazendo e me apaixonei”, explica.

Com vasta experiência e conhecimento acumulado ao longo dos anos, a babá possui uma fila grande de pais que buscam pelos seus serviços e relata que decidiu seguir a carreira muito mais pela aceitação do que fazia do que por uma decisão.

“Eu já sabia o que eu estava fazendo, que o meu trabalho era o de uma babá educadora, mas eu não sabia que ser babá era uma escolha de carreira. Então, foi a fase em que eu decidi mesmo deixar de ser professora e fazer as pazes comigo mesma, e reconhecer o trabalho que eu fazia em casa como uma babá educadora, como uma professora particular. Foi a parte em que eu deixei pra trás o que a sociedade fala, parei de dar bola e decidi seguir meu coração mesmo. É isso que eu faço, é isso que eu gosto. Eu já sabia o valor do trabalho que eu estava fazendo, então foi assim, uma transição pessoal, mais do que tudo”, diz.

Em 2012, Oliveira então decidiu se dedicar de forma completa à profissão, logo após o seu último ano trabalhando como professora e, desde então, tem se dedicado a estudar e aprimorar os seus conhecimentos, tendo recebido a “Certificação de Liderança da Primeira Infância”, concedida através de um programa de pós-graduação que durou 2 anos, na universidade Harvard.

“As minhas formações acadêmicas começaram antes, continuaram durante e continuam até depois (de se tornar babá educadora). No Brasil, antes de vir pra cá (EUA), eu já comecei a cursar o Normal Superior, que na época foi a primeira turma que deixou de ter o Magistério”, relata.

E completa: “Quando eu vim para os Estados Unidos, como ‘Au Pair’, voltei a fazer Letras e, quando eu voltei de vez pra cá, em 2006, eu terminei o meu Bacharel em Educação Infantil. Depois disso, eu continuei fazendo mestrado, fiz o MBA também. Tenho mestrado em Educação e mestrado em Gerenciamento de Pessoas e Liderança, que eu fiz mais para trabalhar com os pais”.

Múltiplos desafios aguardam quem deseja atuar como babá no exterior, como adaptação à cultura local, clima diferente do Brasil, formas diferentes de educação, língua falada no local, e muitos outros. A educadora diz que, ao se deparar como babá nos EUA, o principal desafio enfrentado por ela foi se socializar com outras babás para trocar ideias, já que a atividade não possibilita ter colegas de trabalho, por exemplo.

“Você trabalha dentro de uma casa de uma família e não tem colegas de trabalho, e eu, particularmente, sou bem tímida, apesar do pessoal não acreditar nisso. Mesmo nos parquinhos, lugares em que geralmente as babás se conhecem, eu não conheci muitas babás, principalmente no começo. Passaram uns dois anos para eu ter colegas de trabalho, sabe? Eu tinha algumas ‘Au Pairs’ amigas, mas que também moravam muito longe. Então, seria mais esse isolamento que eu senti em não poder trocar essas ideias, as experiências, porque era uma coisa nova pra mim”, conta.

Sobre os preconceitos relacionados à profissão, Nanny Thaty relata que infelizmente eles existem e não só no Brasil. “Muitas pessoas não consideram isso um trabalho, uma carreira, ser babá não é uma profissão que você ouve seus pais falando ‘quando minha filha crescer eu gostaria que ela fosse babá’, então há uma certa ignorância sobre o que envolve ser uma babá, de todas as responsabilidades, de todas as habilidades que a pessoa precisa ter. O pessoal acha que cuidar de criança é só aquele instinto materno que vem, manter a criança viva e pronto, e não é”.

Já em relação às diferenças entre ser babá nos Estados Unidos e no Brasil, Oliveira conta que no país norte-americano, a valorização dada à profissão é maior.

“Por mais que a gente sofra ainda um certo preconceito pela escolha de carreira, eu creio que tem muito mais validação, muito mais reconhecimento da importância do trabalho que a babá faz nos primeiros anos (da infância) do que no Brasil. E eu creio que o nosso papel é bem mais definido. O trabalho de uma babá aqui, principalmente uma babá educadora, é passar o tempo com a criança, ter aquela atenção individualizada, levar para o parquinho e, no Brasil, é ser a babá de ‘mil e uma utilidades’, a babá que não só cuida da criança, mas também da casa”, alerta.

E prossegue: “Nos EUA, os pais realmente procuram babás que tenham um conhecimento a mais, esse interesse em conhecer mais sobre desenvolvimento infantil. Às vezes, no Brasil, a gente sabe de onde veio nosso trabalho, ele tá enraizado também na escravidão, então o jeito que as pessoas olham pra essa profissão é bem diferente”.

A brasileira deixa também uma dica para quem deseja se tornar babá educadora nos Estados Unidos e se destacar. Segundo ela, é necessário que a candidata se dedique a estudar sobre desenvolvimento infantil e formas de educar as crianças, já que muitos pais vão questionar isso na hora da entrevista. A profissional fala que não necessariamente a babá precisa ter cursos mirabolantes, mas que ler bons livros sobre o assunto pode ajudar.

Além disso, é importante que a candidata busque se informar em relação aos seus direitos profissionais no país em que irá atuar como babá.

“Eu trabalho com muitas meninas que, às vezes, por não terem documentação, se sentem inseguras e acabam sendo exploradas por acharem que não têm outra saída, e não é verdade. Temos leis aqui (nos EUA) que realmente protegem trabalhadoras domésticas, independente da questão de papelada, de ter Green Card ou não, então é bom saber sobre isso também e, lógico, peça ajuda a alguém que faça esse trabalho ou simplesmente tenha alguém lá para te apoiar quando você precisar de alguma coisa”, explica.

Thaty revela que deseja continuar aprimorando seus conhecimentos através do estudo, inclusive quer se preparar para entrar em um doutorado até o ano que vem. A babá educadora pretende lançar, em português, um programa que já existe em inglês, que funciona como uma educação contínua para babás e para pais, e publicar o seu segundo livro.

“É um curso com aulas que dou todo mês, então é tipo uma assinatura, que todo mês você tem direito a duas aulas, que falam sobre desenvolvimento infantil, tiram dúvidas, falam sobre contratação de babás e etc. Aqui nos EUA, para você ser uma professora, até de creche, você precisa completar, pelo menos, dez horas de educação contínua, todo mês. Então, foi com base nisso que eu criei esse programa”, finaliza.

A educadora que também presta consultorias e pretende, logo mais, se dedicar a dar palestras também em seu país natal, para contribuir com a comunidade brasileira.

Continue lendo
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Celebridades

Moda K-Pop será tema da próxima edição do Catwalk Brasil

Publicado

em

De

Além dos desfiles, o evento conta apresentações de talentos da nova geração

O Catwalk Brasil, renomado desfile de moda organizado pelo Grupo YBrasil, está de volta em grande estilo com sua nova edição, e desta vez, o tema é K-Pop! Marcado para os dias 29 e 30 de junho, o evento acontecerá no Mais Shopping, localizado na zona Sul de São Paulo, prometendo ser uma celebração inesquecível da moda e cultura pop coreana.

Com modelos talentosos da Escola de Modelo, todos agenciados pela agência de modelos Max Fama, o Catwalk Brasil é um dos eventos mais aguardados do ano. “Estamos empolgados com essa edição temática de K-Pop. A fusão entre moda e música promete proporcionar uma experiência única e vibrante para o público,” afirma Felipe Monteiro, diretor da agência de modelos Max Fama.

O desfile contará com cerca de 450 modelos, que apresentarão looks inspirados no universo K-Pop, refletindo o estilo colorido, ousado e inovador que caracteriza esse fenômeno global. A passarela temática, desenvolvida pelo talentoso designer Wesley Alisson, será um espetáculo à parte, transportando os espectadores diretamente para o mundo fascinante do K-Pop.

Além dos desfiles, o evento, que será gratuito, terá apresentações de artistas da nova geração que estão conquistando o público. Entre os destaques estão Duda Ribeiro, Murilo Araújo, Alice Monteiro, Mafer Pamplona, Juju Gaspar, Luisa Pinheiro, Gabi Mercario e Bia Abraão. Essas performances prometem adicionar ainda mais energia e entretenimento ao evento.

Os produtores de moda Vinicius D’Carmo e Felipe Melo estão à frente da produção de moda, garantindo que cada detalhe esteja perfeito e que os looks apresentados sejam memoráveis. Não perca a chance de vivenciar este evento extraordinário que celebra a moda e a cultura de forma inovadora e emocionante.

O Catwalk Brasil: Edição K-Pop é uma oportunidade imperdível para ver de perto as tendências que estão conquistando o mundo, enquanto desfruta de performances incríveis e um ambiente vibrante. Para mais informações, acesse o site do empreendimento: https://maisshopping.com.br

Serviço:
 Desfiles Catwalk Brasil
Quando: 29 e 30 de junho de 2024
Horários:

– Sábado (29) às 10h30 (Duda Ribeiro), às 13h30 (Murilo Araújo), às 16h30 (Alice Monteiro), e às 19h30 (Mafer Pamplona)
– Domingo (30) às 11h (Juju Gaspar), às 13h30 (Luisa Pinheiro), às 16h (Gabi Mercario) e às 18h30 (Bia Abraão)

Local: Praça de eventos do Mais Shopping – R. Amador Bueno, 229 – Santo Amaro, São Paulo/SP

Entrada Gratuita (ordem de chegada) – Evento sujeito a lotação.

Continue lendo

Celebridades

Inovação e Exclusividade no Mercado Imobiliário de Luxo pós-pandemia

Publicado

em

De

Casa Bessa

Thiago Godoy, da Legacy, traz exemplos no Brasil e do mundo do que significa ampliar a experiência do cliente e atender a demanda com a mudança de mentalidade dos consumidores de luxo

No coração do luxuoso mercado imobiliário, pensar em estratégias únicas é o diferencial competitivo dos profissionais do setor, a mudança de comportamento e mentalidade após o covid-19, dita novas regras para a valorização do estilo de vida e decisão de compra desse público, relata Thiago Godoy, da Legacy, especialista no atendimento diferenciado do mercado de luxo.

Thiago Godoy, com sua expertise no setor imobiliário de luxo, entende que o sucesso em vendas  vem concretizando-se pela valorização financeira desses empreendimentos pós-pandemia, esses projetos combinam inovação, exclusividade e um profundo entendimento das necessidades e desejos de um público tão  exigente. Aqui estão alguns exemplos emblemáticos de sucesso no mercado imobiliário de luxo no mundo:

  1. One Hyde Park, Londres: Este desenvolvimento é famoso por ser um dos mais caros por metro quadrado no mundo. Com serviços de concierge fornecidos pela equipe do hotel Mandarin Oriental e um design de interiores extremamente luxuoso, One Hyde Park exemplifica como a combinação de localização privilegiada, segurança excepcional e serviços de alto padrão atraem compradores de elite global.
  2. Billionaire’s Row, Nova York: Esta série de arranha-céus ao longo do Central Park South inclui alguns dos prédios residenciais mais altos e mais caros do mundo. Projetos como o 432 Park Avenue oferecem vistas deslumbrantes, amenidades de ponta e arquitetura de destaque, atraindo bilionários e celebridades como compradores.
  3. The World Towers, Mumbai: Este complexo de torres, que inclui a torre residencial mais alta da Índia, é conhecido por seu design luxuoso e amenidades exclusivas como um campo de cricket privativo e um teatro de observação. Tais características destacam como projetos imobiliários de luxo podem incorporar elementos culturais únicos para atrair compradores locais e internacionais.
  4. Palm Jumeirah, Dubai: Esta icônica ilha artificial é adornada com villas de luxo, apartamentos e hotéis cinco estrelas. O desenvolvimento mostra como projetos imobiliários podem ser transformados em destinos de lifestyle, combinando residências de alto padrão com um ambiente turístico de classe mundial.

Para Thiago, aplicar esses princípios ao mercado brasileiro pode envolver a adaptação de tendências globais às preferências locais, garantindo que cada projeto não só atenda, mas supere as expectativas dos compradores mais sofisticados.

Para o especialista, a explosão de venda de imóveis de alto padrão e imóveis novos a venda como  a Casa Bessa, mansão de luxo localizada na Riviera de São Lourenço, surge como um exemplo vibrante de como inovação, estilo e conforto são estratégias de sucesso e podem criar um desejo profundo entre os investidores. Localizado a duas horas de São Paulo, esse empreendimento não é apenas uma residência; é uma experiência de estilo de vida expansiva que incorpora 3 andares, 7 suítes (master com walking terrace), elevador, academia moderna, raia de piscina com correnteza, telão externo, fixada há apenas 300 metros da praia e 50 metros de clube de Golf exclusivo.

É evidente que após a pandemia muitos moradores de São Paulo migraram para o litoral Norte e Sul, e não falamos somente dessa região, a mudança de mentalidade por melhor estilo de vida, mobilizou o Brasil todo na  busca por algo mais sofisticado e exclusivo.

Thiago Godoy, comenta sobre a importância da saída da zona de conforto: “No mercado imobiliário de luxo, entender e antecipar os desejos dos nossos clientes é crucial. Eles não estão apenas comprando uma propriedade; estão escolhendo um melhor estilo de vida. Com recursos como a da Casa Bessa, algo verdadeiramente único e que vai além das expectativas padrão de luxo. Diz respeito à exclusividade e acesso a experiências que não podem ser encontradas em nenhum outro lugar.”

A exclusividade é um ponto chave de investimento no setor,  que combina residências de alto padrão, bem localizadas, com entretenimento que garante aos proprietários,  desfrutar de privacidade e acesso direto a instalações de primeira classe​.

De acordo com o especialista, “A Legacy busca sempre superar as barreiras da inovação, exclusividade, conforto e segurança. Nosso foco não está apenas em vender imóveis, mas em criar um ambiente onde cada detalhe contribui para uma vida mais rica e plena, com investimento que vale para a vida. Isso nos distingue no mercado saturado de hoje e nos permite atender às expectativas dos clientes mais exigentes.”

Sobre o mercado em São Paulo, capital

Para Thiago Godoy,  no mercado imobiliário de luxo de São Paulo, projetos notáveis como o Jardim Paulista e o Alto de Pinheiros destacam-se por oferecer residências luxuosas que misturam arquitetura moderna com conveniências de alta gama​. Exemplos incluem casas e apartamentos que oferecem desde jardins privativos e piscinas a interiores de design customizado com os mais altos padrões de acabamento.

No Jardim Paulista, por exemplo, os imóveis muitas vezes apresentam ambientes integrados com trabalho de marcenaria personalizada, controle de temperatura ambiente e sistemas de segurança avançados, proporcionando um conforto excepcional e privacidade​​. Em Alto de Pinheiros, residências são projetadas para maximizar a luz natural e muitas incluem amenidades como piscinas aquecidas e espaços gourmet​​.

Além disso, o desenvolvimento imobiliário em locais como o Itaim Bibi e Vila Nova Conceição continua a atrair alto interesse devido à sua proximidade com centros de negócios e lazer, oferecendo propriedades com vistas deslumbrantes e acesso fácil a serviços de luxo​​.

Esses projetos ilustram como o mercado de luxo em São Paulo é dinâmico e adaptado às necessidades de um público exigente, procurando sempre inovar em termos de localização, design e funcionalidades. Tais características são cruciais para um especialista como Thiago Godoy ao apresentar propriedades que não só atendem mas também excedem as expectativas dos clientes mais sofisticados no mercado imobiliário de luxo.

Sobre a Legacy

Legacy é uma empresa especializada no mercado imobiliário de luxo, fundada por Thiago Godoy. Com uma abordagem única e personalizada, a Legacy se destaca por oferecer propriedades exclusivas e serviços diferenciados para um público exigente. A empresa é reconhecida por sua expertise em identificar oportunidades únicas no mercado de alto padrão, proporcionando experiências memoráveis e sofisticadas para seus clientes. Com um portfólio de imóveis de luxo cuidadosamente selecionados, a Legacy se compromete com a excelência, a inovação e a satisfação total de seus clientes. Mais informações acesse o site: https://www.instagram.com/thiagogodoy_legacy/

Sobre Thiago Godoy

Thiago Godoy é um renomado profissional no mercado imobiliário de luxo e fundador da Legacy. Com uma vasta experiência no setor, Thiago trabalhou em empresas líderes como Tegra, Even e Cyrela, onde adquiriu um profundo conhecimento e uma visão única do mercado de alto padrão. Sua paixão pelo setor e sua dedicação em oferecer um serviço excepcional o levaram a criar a Legacy, uma empresa que reflete seu compromisso com a qualidade, a exclusividade e a inovação. Thiago é conhecido por sua habilidade em compreender as necessidades de seus clientes e por sua capacidade de transformar sonhos em realidade.

Continue lendo

Celebridades

Paula Mattos se une a Anna Akisue, destaque do The Voice Brasil, no single “Do Meu Jeito”

Publicado

em

De

(Anna e Paula Mattos – Foto: @sucrerecords)

Cantora que se apresentou no “Disney In Concert” faz a sertaneja cair de cabeça no pop na faixa que chega aos apps de música nesta sexta-feira (3)

Faça já o pre-save: https://orcd.co/domeujeito

Anna Akisue, um grande sucesso do “The Voice Brasil”, que virou disputa entre os grandes Lulu Santos e Michel Teló e chegou às quartas de final do programa em 2016, voltando como convidada em 2017 para se apresentar na final do reality,  consagrando-se como o grande destaque do time do sertanejo na edição que competiu, se uniu a grande compositora e cantora Paula Mattos, que já dividiu vocais em faixas com Thaeme & Thiago (“Eu Já Te Amava”) , Naiara Azevedo (“Ele Não Merece A Gente”) e outros nomes da música sertaneja, para lançar o dueto “Do Meu Jeito”, que chega nesta sexta-feira, 3 de maio.

A faixa, produzida pelo grande Rocha, guitarrista do ídolo latino Ricky Martin e Thiago Sucre, o empresário e produtor musical,  CEO da Lag  Lounge, da Sucre Records e do Sucre Estúdios, que já recebeu em seu estúdio nomes como Marina Senna, é para colocar qualquer um para dançar com uma mensagem alto astral, positiva e um som envolvente:

“Do Meu Jeito é uma música que levanta o astral de qualquer pessoa. É uma música empolgante, dançante, com uma letra cheia de positividade e esperança. É sobre levar a vida com leveza, fazendo tudo do seu jeito, com propósito, com amor e alegria. É sobre enxergar a vida como única e viver no presente.”, contou Anna.

Anna também explica que escolheu Paula Mattos a dedo para trabalhar. O motivo? Além de nutrir uma profunda admiração pelo som e pela história da cantora, ela acredita que as duas têm a mesma vibe, que se encaixa perfeitamente na música:

“A escolha do feat foi feita porque, além de admirar muito a trajetória de carreira da Paula, ela é uma artista e a uma pessoa que reverbera a mensagem da música e isso era essencial! Acredito que uma mensagem só é passada com êxito se o mensageiro acredita no que diz. E foi isso que vi na Paula! Tinha que ser ela! Ela já fazia parte da minha vida, como amiga, então trabalhar juntas é apenas mais uma faceta da nossa relação!”, revelou.

A produção não poderia ser de menor excelência artística: além de Rocha, Sucre convidou Marcos Romera, um dos maiores pianistas brasileiros, Juninho, conhecido como baixista da maior drag queen do Brasil, Pabllo Vittar e a técnica única de Filipe Moura, que faz um som especial com metais, para compor a sonoridade intensa da canção. E, claro, a voz impecável de Anna, que já teve uma parceria com João Carlos Martins e foi uma das estrelas do “Disney In Concert”, sucesso que revisita canções clássicas dos filmes em uma grandiosa orquestra ao vivo.

Emoção em cada acorde

Anna afirma que essa música é muito especial e traz à tona a vontade de viver uma vida próspera, desacelerada e quer que ela se torne um grito de guerra para a plena felicidade:

“Eu acredito muito nesse som. Acho que é uma mensagem que precisa ser passada adiante! Prosperidade ao desacelerar. A gente só tem a ganhar vivendo do nosso jeito! Essa música é como um grito de guerra sobre a urgência de ser feliz e um convite a adoçar a vida através dos detalhes. E em momentos de tanta correria em que vivemos, isso é muita coisa!”, completou.

Clipe especial

Ao lado de Paula Mattos, Anna protagoniza o videoclipe, dirigido por Sucre, e ela revelou que a história gira em torno de duas pessoas que saem da realidade monótona em momentos de sonhar acordado, sendo este o jeito que encontraram para viver seus sonhos, uma verdadeira metáfora para a mensagem principal da música:

“O videoclipe de “Do Meu Jeito” conta a história de duas pessoas, que não vivem ativamente o próprio sonho, mas que se descolam da própria realidade e sonham acordadas todos os dias. O que é uma conexão direta com a música, que fala sobre sair da nossa zona de conforto para perseguir nossos sonhos, fazendo tudo do nosso jeito, com nosso propósito e muito amor.”

O styling do clipe ficou a cargo de Jessica Arnhold que, além de stylist, é empresária de Anna. Ela é responsável por figurinos de grandes nomes da música, como a própria Paula Mattos, Lexa e a dupla Maiara & Maraisa.

“Quis realmente trazer o universo das artistas para esse clipe, ser realmente do jeito delas em cada look e detalhes. Um universo bem Pop e cada uma no seu estilo!”, contou a profissional.

Por fim, Anna garantiu que as novidades não param por aí e prometeu que 2024 será ainda mais recheado de talento, já que suas inspirações são no gigante Bruno Mars, na estrela em ascensão do R&B, Victoria Monét e um dos maiores vencedores do Grammy, Kirk Franklin. Ela promete parcerias incríveis e muitos hits de sucesso para a sua grandiosa carreira.

Continue lendo
Propaganda

Destaque