Conecte-se Conosco

Negócios

Delegação chilena desembarca no Web Summit Rio 2023

Publicado

em

Em ação organizada por ProChile, representantes de 40 empresas e startups chilenas desembarcam no Rio de Janeiro com a missão de gerar novos negócios e fortalecer o ecossistema de inovação chileno no evento que é considerado o maior encontro da tecnologia mundial

O maior evento de inovação e tecnologia da Europa, o Web Summit 2023 que acontecerá, pela primeira vez no Brasil, no Rio de Janeiro, entre os dias 1º e 4 de maio também contará com a presença da delegação chilena composta por cerca de 40 empresas e startups de diferentes segmentos como mobilidade urbana, mineração inteligente, foodtechs, tecnologia e construção.

A iniciativa é organizada pelo ProChile, instituição que faz parte do Ministério de Relações Exteriores do Chile responsável pela promoção comercial e de exportações do Chile no mercado brasileiro.

Ao longo de cinco dias, a delegação chilena participará do Web Summit e, simultaneamente, contará com uma intensa agenda composta por reuniões, visitas à organizações como Instituto SENAI , Federação de Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, Parque Tecnológico UFRJ, ao Porto Maravalley e aos projeto de revitalização da zona portuária do Rio e do Terminal Intermodal, ao Centro de Operações Companhia Carioca de Parcerias e Investimentos, bem como encontro de negócios para soluções tecnológicas para construção de edifícios RJZ Cyrela.

Desde 2018, o ProChile definiu a inovação como um de seus focos estratégicos já que essa é a ferramenta necessária para promover o desenvolvimento sustentável, sofisticar a oferta nacional, além de gerar capacidade de exportação, prospecção comercial e penetração em novos mercados. A ação é feita junto a diferentes iniciativas que criam pontes entre organizações, entidades governamentais, empresas, entre outros”, conta Hugo Corales, diretor de ProChile.

Hugo Corales explica ainda que o Chile é o único país da América Latina e Caribe a ser considerado como um dos 16 líderes globais em inovação segundo o “Scorecard 2023” da Consumer Technology Association (CTA). O Chile também mantém a liderança entre os países latinos e caribenhos no Índice de Inovação Global 2022, segundo relatório da Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI), que mede as principais tendências em inovação no mundo e lista as economias de acordo com seu desempenho. O Chile subiu três posições no ranking, passando do 53º lugar em 2021 para o 50º lugar em 2022. O resultado superou sua pontuação de 2019 (51º), permitindo recuperar seu nível no índice, que avalia 132 economias de vários continentes.

“Estamos presentes em 56 mercados estratégicos, entre eles o Brasil. E para contribuirmos ainda mais com nossos parceiros comerciais, atuamos fortemente na fomentação da inovação e empreendedorismo por meio de startups chilena ligadas à Fintech, Healthtech, Biotech e Edtech”, explica. Corales. O executivo complementa destacando a diversificação do protagonismo chileno em inovação. “Existem pelo menos três razões: investimentos em ciência no ensino superior no Chile, a mentalidade global de muitos empresários que se propõem a competir no mundo e, mais importante, a existência de capital de risco. A primeira e a última justificativa são os resultados de políticas públicas de longo prazo e uma profunda conexão entre o mundo empresarial, universitário e social”, finaliza Corales.

O Web Summit é um dos encontros mais relevantes a nível mundial nas áreas da inovação, empreendedorismo e tecnologia, contando com a participação de mais de 100.000 participantes de cerca de 150 países, onde se destaca a participação de mais de 1.500 investidores, 2.500 startups e mais de 2 mil jornalistas. O evento permite conexões significativas entre Ceo´s, fundadodres, investidores, mídia e figuras culturais que estão remodelando o mundo. Entre os participantes de destaque 2023 estarão presentes Google, The New York Times, Toptal, Amazon, entre outros.

Continue lendo
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Negócios

Comunicador de Elite: Reúne grandes nomes experts no mercado digital

Publicado

em

De

Flavio Augusto, Marcos Strider, André Diamond, Daniel Coimbra, entre outros, estarão reunidos no palco com um único objetivo: te destravar no digital com grandes estratégias que mudaram sua vida pessoal e profissional.

Você sabe por que a maioria dos empresários, empreendedores, médicos e profissionais de modo geral, entusiastas e influenciadores tem dificuldades em estourar no digital e se destacar na sua área de atuação?

Pensando em transformar a vida de milhares de pessoas, o psicólogo, empresário e empreendedor Marcos Strider fundou o evento “Comunicador de Elite” que garante fazer desse desafio uma grande oportunidade.

“Neste evento você terá seus dias de timidez, vergonha e medo de se expor em vídeos na internet contados para acabar e fazer de 2024 o que era pra ser feito nos últimos anos do seu negócio: Se digitalizar dominando o único diferencial competitivo no mercado atual: Destravar a sua personalidade e comunicação magnética sendo 100% VOCÊ.” Afirma Strider.

Voltado para profissionais autônomos, empresários, influenciadores, entusiastas e líderes que visam desbravar as fronteiras do mundo digital, ocorrerá nos dias 09 e 10 de Março, em Recife, no Teatro Guararapes, pra um público esperado de mais de 2.000 pessoas, entre Empresários, Empreendedores, Profissionais autônomos, Especialistas, Criadores de conteúdo e Entusiastas do marketing digital.

Sob o tema “Domine o palco de sua vida” o evento busca estratégias e Tendências de Comunicação e Vendas para 2024.
Site: https://www.comunicadordeelite.com.br

Continue lendo

Negócios

Mickey Mouse em domínio público?

Publicado

em

De

No segundo semestre de 2020 eu escrevi um artigo, amplamente publicado no Brasil, sobre a possibilidade do filme Steamboat Willie  “cair” em domínio público, uma vez que o prazo de vigência dos seus direitos autorais estava para expirar em poucos anos.

Na época, havia dúvida se a Disney, titular dos direitos do filme, tomaria alguma ação junto ao Congresso norte-americano para, mais uma vez, buscar alteração da lei autoral, permitindo, dessa forma, que se prolongasse seus direitos, diante da dilação do prazo de validade dos direitos autorais nos Estados Unidos.

A verdade é que no início de janeiro deste ano, o longa Steamboat Willie “caiu” em domínio público. E agora, é possível explorar o Mickey Mouse, ou seja, usar, livremente, a imagem do personagem mais conhecido do mundo?

Antes de responder a essa pergunta, é preciso entender sobre as proteções intelectuais. A Propriedade Intelectual, se divide em: 1) Propriedade Industrial, que inclui os direitos sobre as marcas, patentes, desenhos industriais, 2) Direitos Autorais, compreendendo os direitos do autor, direitos conexos e programas de computador e, por fim, 3) Sui Generis que engloba topografia de circuitos integrados, cultivares, dentre outros.

Isso quer dizer que a Disney perdeu o direito de exploração exclusiva dos direitos autorais do filme Steamboat Willie, o qual perdurou por 95 anos, logo, obra de 1928 pode ser copiada e reproduzida, sem permissão.

Mas e o Mickey Mouse? Bem, o ratinho mais amado do mundo tem proteção industrial, através do registro de marca, portanto, ele não está disponível para uso, sem a licença da sua titular, a Disney. Aliás, é bem importante dizer que as marcas têm validade por 10 anos, porém, podem ter seus registros renovados, por igual período, eternamente e, no caso dos Estados Unidos, a lei exige que elas sejam usadas para receber o direito a prorrogação.

Por isso, é importante deixar claro que a versão de 1928 do filme Steamboat Willie que está disponível para exploração livre, mas, o Mickey Mouse ainda é uma celebridade e para usar a sua imagem, exige a licença da Disney.

Roberta Minuzzo

Advogada, especialista em Propriedade Intelectual

Sócia da empresa DMK.GROUP, empresa atuante em Propriedade Intelectual

Associada à ABAPI – Associação Brasileira de Propriedade Industrial

Continue lendo

Negócios

Fundação FAT promove webinar gratuito sobre importância do Ensino Técnico para o mercado

Publicado

em

De

A Fundação de Apoio à Tecnologia (FAT) realiza, no dia 27 de fevereiro, o webinar “A importância do Ensino Técnico para o mercado de trabalho”. Durante o encontro serão debatidos os processos que envolvem os cursos técnicos – tanto por parte dos alunos quanto dos educadores e instituições – e seus impactos no mercado de trabalho. As convidadas são: Adriana Mello, neuropsicopedagoga, mestre em Administração (FURB) e coordenadora de Pós-Graduação da Fundação FAT, e Maria Clara Kaschny Schneider, Doutora e Mestre em Engenharia de Produção (UFSC), com experiência em Gestão, Educação Profissional, Avaliação e Educação a Distância e ex-reitora do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC). A live acontece às 20h e será mediada pelo professor Daniel Nascimento, consultor da FAT.

“Esta é a primeira edição de um ciclo de webinars de formação sobre cursos técnicos e educação profissional que a FAT preparou para 2024. Em tempos de incerteza no campo da educação e de mudanças nas relações de trabalho, consideramos de extrema importância trazer esses debates ao público. Muitos jovens, hoje, se encontram “no escuro” quanto ao que querem ou esperam para suas carreiras profissionais, e nós temos um compromisso de contribuir para que esses cenários sejam compreendidos por todos”, afirma Francisco Borges, consultor da Fundação de Apoio à Tecnologia em Gestão e Políticas Públicas voltadas ao Ensino.

Para participar, basta se inscrever gratuitamente no formulário https://l.ead.me/1Webinar. Um link para assistir ao debate será enviado no dia do evento.

Continue lendo

Destaque